Metodologias Ativas na Pós-Graduação


Módulo apresentou estudos de caso para debates

Publicado em 8/6/2019

Os alunos do curso da Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Industrial participaram de módulos com a inserção de metodologias ativas ao longo da especialização. Tal método, tem o objetivo de incentivar os profissionais para que aprendam de forma autônoma e participativa a partir de problemas e situações reais.  Uma das disciplinas que envolveram a utilização desse método, foi a de Normas de Segurança, Meio Ambiente e Ergonomia, com a apresentação do professor Luiz Kelly.

Segundo o professor Luiz Kelly, houve um mapeamento da turma no início do período, para que todos os segmentos tratados em aula fossem aproximados, ou seja, os alunos foram divididos de acordo com suas respectivas áreas de trabalho, sendo funcionários da indústria farmacêutica, alimentícia, siderúrgica, química, automotiva e de bebidas.

As aulas foram pensadas pela aproximação dos temas, com o intuito de gerar discussões por meio de estudos de caso e, assim, trazer transformações e impactos para as áreas abordadas. “Tenho alunos que trabalham com a indústria automotiva, então eles fazem um estudo de caso entre eles e discutiam isso de acordo com a aula. Eram levantados os problemas e soluções. A partir daí um aluno que atua em uma área distinta como a alimentícia, percebia se aquela solução seria aplicável ou não à sua realidade”, relatou o professor Luiz Kelly.

O módulo envolveu somente a apresentação de trabalhos para a obtenção de nota, ou seja, não foi realizada nenhuma prova. Para o aluno Vellington de Souza Marcondes Júnior, essa é uma estratégia que permite o melhor processo de assimilação do conteúdo. “É mais interativo e por isso, há a troca de ideias constantemente. Estou gostando bastante, até porque tudo o que é falado aqui ocorre de fato nas empresas. Além de não me permitir ficar tenso ou nervoso com as provas. Esse método tem me ajudado bastante”, contou o engenheiro.

Na aula do último sábado, 8, foi o fechamento do curso, tendo a apresentação dos trabalhos finais. Assuntos como custos de adequação, multas, linha de produção e os desafios dentro da indústria, foram colocados em pauta. “A adequação de uma empresa as normas, pode gerar desemprego por conta dos custos. Todavia, mesmo que a longo prazo, o retorno ao investimento vem. É importante se adequar”, declararam alguns alunos durante a discussão.


Veja Também: